Alamy logo

Em marcha para a 2aincursão; da concentração ao erguer do bivaque de Soutelinho da Raia para o ataque a ChavesCroquis das plantas das marchas e combates desenhados pelo alferes Alberto Bra . y da Camará;mas chegou a Orense sem alcançar os 2 camionsque se tinham metido á estrada de Monforte. — Bonito !,,. — exclamou Ruy da Camará,dando com os punhos nas fontes — Bonito!,.. Oscamions pela estrada de Monforte, quando nós fize-mos uma denuncia de que esta noite devia passarpor ali contrabando darmas! — E agora? — preguntou, pcnalisado, EduardoMaia. — Agora é pegar-lhe com um trapo quente! Márais p

Em marcha para a 2aincursão; da concentração ao erguer do bivaque de Soutelinho da Raia para o ataque a ChavesCroquis das plantas das marchas e combates desenhados pelo alferes Alberto Bra . y da Camará;mas chegou a Orense sem alcançar os 2 camionsque se tinham metido á estrada de Monforte. — Bonito !,,. — exclamou Ruy da Camará,dando com os punhos nas fontes — Bonito!,.. Oscamions pela estrada de Monforte, quando nós fize-mos uma denuncia de que esta noite devia passarpor ali contrabando darmas! — E agora? — preguntou, pcnalisado, EduardoMaia. — Agora é pegar-lhe com um trapo quente! Márais p Stock Photo
Preview

Image details

Contributor:

The Reading Room / Alamy Stock Photo

Image ID:

2AX42EP

File size:

7.2 MB (291.8 KB Compressed download)

Releases:

Model - no | Property - noDo I need a release?

Dimensions:

1270 x 1968 px | 21.5 x 33.3 cm | 8.5 x 13.1 inches | 150dpi

More information:

This image is a public domain image, which means either that copyright has expired in the image or the copyright holder has waived their copyright. Alamy charges you a fee for access to the high resolution copy of the image.

This image could have imperfections as it’s either historical or reportage.

Em marcha para a 2aincursão; da concentração ao erguer do bivaque de Soutelinho da Raia para o ataque a ChavesCroquis das plantas das marchas e combates desenhados pelo alferes Alberto Bra . y da Camará;mas chegou a Orense sem alcançar os 2 camionsque se tinham metido á estrada de Monforte. — Bonito !, , . — exclamou Ruy da Camará, dando com os punhos nas fontes — Bonito!, .. Oscamions pela estrada de Monforte, quando nós fize-mos uma denuncia de que esta noite devia passarpor ali contrabando darmas! — E agora? — preguntou, pcnalisado, EduardoMaia. — Agora é pegar-lhe com um trapo quente! Márais parta!, .. — e saltando para a « voiturette », atirou um pontapé ao travão, desandou com fúriao volante, e desappareceu. Atraz delle o comboio dos oito automóveis pas-sou Orense, a dois e dois. com três metros de dis-tancia de parelha para pa-relha, e atravessou a povoa-ção como uma sombra terrí-vel davalanche. Correu tudo ás janellase á estrada, chamado poraquelle barulho de trombamarinha. Os carbonários hes-panhoes correram empóselles, vociferando, prague-jando, e jogando pedras.Mas os automóveis não pa-raram. Por dentro das vidra- António Gameiro. 66 EM MARCHA PARA A 2.^ INCURSÃO 1 ças da casa que o alojava, de luzes apagadas, a pupilla anceosa de António Sotto-Maior —a cuja intel-ligencia e tenaz esforço aquella victoria muito devia— ia contando os carros. E por entre as maldiçõesdos republicanos de Orense e os Íntimos votos deboa viagem de Sotto-Maior. o comboyo passou porcima de tudo, atravez de tudo, não obstante espiona-gens, e perseguições officiaes. A voitiirette de Ruy da Camará tivera uma panncnas alturas de Orense. — Isto é coisa de meia hora! — affirmou EduardaMaia, depois de examinar a carcassa do pobre DeLage. — Quaes meia hora, menino! Tá qiiéto mano! Ha lá tempo para essas conversas!... — Então? — Então é automóvel de burros, E alugando uma carripana para irem a Vigpj assombraram o cocheir

Save up to 70% with our image packs

Pre-pay for multiple images and download on demand.

View discounts