Alamy logo

A nova carta chorográphica de Portugal . uito concorreu para a sua mutilação. O tempo e os terrainiitus prejuilicaram o editieio, t^ deterniina-raiu di-ersas reconstrucyòes, de ([ue ibi completa a que nuindou fa-zer L). .loào IV, pelo risco do (telebre architecto João Turreano, esob a dir(!cçào deste famoso monge benedictino. Actualmente o (convento e as suas othciíias, constituem um vas-tíssimo editieio, cujos corpos foram construídos ou rectificados emvarias epochas, e ipie não teem entre si nenhuma ligação arehi-tectonica. No vestíbulo do convent(t e.xistia, emhchida na |iaiede, uma dasbal

A nova carta chorográphica de Portugal . uito concorreu para a sua mutilação. O tempo e os terrainiitus prejuilicaram o editieio, t^ deterniina-raiu di-ersas reconstrucyòes, de ([ue ibi completa a que nuindou fa-zer L). .loào IV, pelo risco do (telebre architecto João Turreano, esob a dir(!cçào deste famoso monge benedictino. Actualmente o (convento e as suas othciíias, constituem um vas-tíssimo editieio, cujos corpos foram construídos ou rectificados emvarias epochas, e ipie não teem entre si nenhuma ligação arehi-tectonica. No vestíbulo do convent(t e.xistia, emhchida na |iaiede, uma dasbal Stock Photo
Preview

Image details

Contributor:

The Reading Room / Alamy Stock Photo

Image ID:

2AXAAK6

File size:

7.1 MB (329.6 KB Compressed download)

Releases:

Model - no | Property - noDo I need a release?

Dimensions:

1338 x 1867 px | 22.7 x 31.6 cm | 8.9 x 12.4 inches | 150dpi

More information:

This image is a public domain image, which means either that copyright has expired in the image or the copyright holder has waived their copyright. Alamy charges you a fee for access to the high resolution copy of the image.

This image could have imperfections as it’s either historical or reportage.

A nova carta chorográphica de Portugal . uito concorreu para a sua mutilação. O tempo e os terrainiitus prejuilicaram o editieio, t^ deterniina-raiu di-ersas reconstrucyòes, de ([ue ibi completa a que nuindou fa-zer L). .loào IV, pelo risco do (telebre architecto João Turreano, esob a dir(!cçào deste famoso monge benedictino. Actualmente o (convento e as suas othciíias, constituem um vas-tíssimo editieio, cujos corpos foram construídos ou rectificados emvarias epochas, e ipie não teem entre si nenhuma ligação arehi-tectonica. No vestíbulo do convent(t e.xistia, emhchida na |iaiede, uma dasbalas com que os turcos condiateram, (mu hh2, a. fortaleza <le (Ir-muz. Dom Alvaio d(! Noronha, (|ue era capitão da fortaleza duranteo (•erco, manihni, por sua devoção, nlfri-eeer a S. llernarclu esta me-moria de grande alor histoiaco. A vontade <lo illustn ntlerenti nàn loi pnrem respeitada : pio-(|ue II ridei-idii i)idiiiii-n de prilra. Ar l,l(t dr elrcumfiTenei.-i, fui w-miiiilii para n Miisni dWrtdliai-ia.. Faço del-Rei D. Diniz om OclivcllusIClicbò du sr. luTge Uma) Folha II. Jíi-h (LoiirL.<i) 273 A casa tia quinta de que oftereceiíins ao leitor a graura de umaphotograpliia, obsequiosamente tirada, no dia U) de Julho de lUll,peio nosso amigo, sr. Jorge dAlmeida Lima, e que servia de casa decaça a el-Rei D. Diniz, é pequena, de uns poucos de andares, ser-vidos por escadas interiores, e tinha linda vista. Do primitivo editi-cio pouco resta, a nào ser uma janella caracteristii-a, c as ArmasReaes num dos cunhaes. ^Vquillo devia ser um agradável retiro, modesto como eram asmoradas dos grandes senhores. Das passadas grandezas nada resta,porque as casas nobres eram caiadas por dentro, e revestidas depannos de Arraz no hiverno, e de guadamecins ou coiros de Córdova,no verSo. Azulejos velhos não tem j;i: em todos os ([uartos se per-iibeni os restos de azulejos iutencionalmente arrancadcis : ç os fra-gmentos que ainda se topam pelo cliào.

Save up to 30% with our image packs

Pre-pay for multiple images and download on demand.

View discounts